Quais Os benefícios da meditação para crianças?

Era um dia de sol aqui na Austrália, o céu estava azul, a temperatura perfeita, mas o som que estava tomando conta da minha sala não era tão perfeito.

O som era estridente, repetitivo, alto e extremamente perturbadoR.

Era meu filho chorando desenfreadamente, e quando ele começa é difícil fazer parar. 

Aqui vamos nós, mais um ataque de nervos, meu e dele.

Eu deixei para ver se ele conseguiria se controlar. 

Ofereci conforto de longe e comecei a observar para ver o que ele iria fazer. Ao mesmo tempo me observava para que não explodisse de nervoso (deixando uma história muito longa curta, eu me tornei professora de Yoga por causa desse meu filho mais velho…)

O que veio em seguida é a receita do desastre. 

Preparada?

Ele estava com a inalação no peito, mais longa do que a exalação, que quase nem saia. Fazia grunhidos, e continuava a palpitar o peito.

Perguntei se ele estava conseguindo se acalmar, e ele nem conseguiu responder.

Eu continuei observando, mas sabia que teria que intervir.

Eu me aproximei dele, sentamos juntos no sofá da sala, de frente para a televisão desligada.

Pedi a ele que colocasse o dedo indicador no seu coração.

Ele, relutante, fez. Pedi que começasse a sentir onde o coração estava, e devagar, começasse a deixar a respiração mais profunda.

Depois pedi que sentisse seu coração, sentisse seu corpo, sentisse a tristeza.

PARENTESES I (…)

A grande maioria das pessoas não consegue dominar a mente porque sente as emoções mentalmente. 

Quando pensamento e “sentimos” na nossa mente as histórias e situações que causaram as emoções em primeiro lugar perpetuamos os pensamentos e aumentamos os efeitos daqueles pensamentos. 

Tradução, saia da mente entre nas sensações. 

Ter um foco leve no coração, SENTIR as emoções, com todos os seus sentidos, e brecar os pensamentos é muito mais efetivo do que tentar dominar a mente. 

Principalmente quando estamos total fora de controle. 

Voltando a nossa análise da efetividade desta técnica de meditação.

Eu fiquei sentada ali com ele, pedindo apenas que ele sentisse o coração e a tristeza, e respirasse cada vez mais profundo. 

Dei um tempinho para que aquela energia se manifestasse. 

PARENTESES II (…)

Nossas emoções são manifestações energéticas, quando permitimos que ela se manifeste e paramos de resistir a sua presença, essa energia vem, gira, permeia, e começa e se transmutar. Não existe nada permanente (além da energia divina), não fui eu quem falou isso mas sim o Buda… namastê.

O que isso significa? 

Significa que a tristeza que meu filho estava sentindo precisava de um espaço para se manifestar, um tempo para ser, e uma sequência para se transmutar. 

Então continuamos focados no processo de permissão, entrega e presença.

Passado um momento eu comecei a direcionar a intenção dele. Eu comecei a falar palavras mais positivas, como alegria, paz, calma, controle.

E continuei pedindo que focasse no seu coração.

O resultado desse processo é de deixar qualquer um com um sorriso no rosto.

Como a tristeza que ele estava sentindo não era muito profunda, o processo foi curto.

Em menos de 1 minuto ele foi de um estado totalmente caótico para uma estado de homeostase (que é o estado em que um indivíduo está em equilíbrio biológico e psíquico). 

O que nos leva ao título deste artigo.

 

Quais os benefícios da meditação para as crianças?  

  1. Meditação altera o cérebro criando um ser humano mais equilibrado. 
  2. Emoções são entendidas e processadas de maneira saudável. 
  3. O foco e a concentração aumentam. 
  4. A natureza da meditação quanto ao processo de estar presente ajuda a aliviar as mais diversas aflições mentais.

Vamos analisar o processo da meditação e o porquê ela pode beneficiar as crianças.

1 – Meditação Aumenta Foco e Concentração no Presente Momento

Numa sociedade como a nossa estar presente no aqui e no agora é um feito e tanto. 

Crianças fazem isso naturalmente, mas quando somamos as pressões sociais e acadêmicas elas perdem esse presente (ha, presente que é o presente) 🤣

Meditação permite que a criança se acostume com o estar presente, ela aceita melhor o acontece dentro dela.

Meditação é principalmente o não julgamento de um estado atual

É o estou ok em não estar ok. 

O que isso significa?  

Pense num momento em que você não queria sentir o que você estava sentindo. Quando julgamos emoções como boas e ruins nós categorizamos, e assim tentamos exterminar sentimentos “ruins” que fazem parte da experiência humana.

Ah não quero ficar triste, vou fingir que nada aconteceu, e, ali, essa tristeza se torna algo a mais, ela parece que entra nas paredes das suas veias… parece familiar?  

Meditação nos permite encontrar todas essas partes da nossa realidade e absorvê-las para que elas não fiquem estagnadas. 

Pense num jogo de cabo de guerra. A tristeza de um lado e você do outro, quanto mais você puxa mais resistência é criada. Agora solte o cabo. Pronto, a energia da residência volta para você, a tristeza perde a força, e vocês duas entram num acordo.

Estar presente com a nossa totalidade, abrir espaço para que essas energias se manifestem é primeiro passo para estar presente. 

Um outro princípio que sempre deve estar na nossa mente é que nada é permanente.

Segurando esse espaço e tempo para que essa energia (sentimento) encontre a sua manifestação é essencial para que possamos viver em harmonia com nós mesmos.

Quando permitimos que a criança encontre esse espaço dentro dela, e, também ao seu redor, nós abrimos um portal para uma existência mais completa. 

2 – Meditação Ajuda Crianças a Melhorarem Sua Inteligência Emocional 

Resiliência é uma das palavras mais utilizadas hoje em dia (pelo menos nos livros que leio). 

A capacidade de viver uma situação estressante e voltar ao um estado harmonioso faz a diferença entre uma pessoa feliz e uma miserável. 

Estresse acontece e sempre vai acontecer. Não é uma vida sem estresse que dita quão preparado estamos, mas sim como reagimos a esse estresse.

Novamente, quando permitimos que a criança encontre o que tiver que encontrar dentro dela, num local seguro, ela tem o tempo, espaço e energia mental para processar aquele estado.

Meditação permite que ela sinta seus sentimentos, que ela possa digerir o que tiver que ser digerido e assim que ela saia do outro lado mais forte e mais sábia.

Treinar esse tipo de processo é essencial para que ela possa usar a técnica com mais rapidez e efetividade.

Meditar e sentir os sentimentos é primordial para o aprendizado da criança em relação aos aspectos confusos da nossa mente.

Meditações que ensinam a observar os sentimentos sem julgamento, e depois ensinam como sair daquele estado de vibração mais baixa para um mais elevado auxiliam na criação de resiliência e positividade.

3 – Meditação Acalma A Mente E O Corpo  

Não consigo parar de pensar! É o que eu escuto sobre pessoas que estão tentando começar a meditar.

Começar a meditar é acalmar a mente, e não desaparecer com ela (deixe essa parte para os Monjes Tibetanos)

Por isso quando crianças aprendem as mais variadas técnicas de meditação elas começam a acalmar a mente, e com treino fica mais e mais fácil. 

Pense no seguinte…

Sabe quando você está com dor e você para e observa, parece que a dor aumentou 100% somente pelo ato da observação?  

Meditação e a mente é a mesma coisa, quando paramos e observamos a mente, ela se mostra ainda mais turbulenta.

Mas esse ato de observação é uma das habilidades mais valiosas para qualquer ser humano, no momento que nos conectamos com a turbulência da nossa mente começamos a observar e então temos a consciência do que está acontecendo ali dentro.

Quanto mais observamos mais permitimos que a mente se aquiete. Observar não é participar. Observar é notar, e assim nos deparamos com as histórias mais bizarras que voam pelo mundo louco da nossa imaginação.

Tendo consciência do que se passa na mente faz com que a criança entenda que apenas porque ela pensou não significa que aquilo tem que afetá-la, afinal a mente é apenas um instrumento. 

Entendendo esse tipo de relação permite que a criança se distancie um pouco mais dos pensamentos, fica muito mais fácil acalmar-nos quando não nos identificamos com o que se passa entre as nossas duas orelhas.

Meditação acalma também pelo simples fato de ser uma atividade que induz calma. Principalmente quando usamos música e ambiente.

Para concluir, meditação é essencial para a saúde mental de qualquer um, e nós, como pais, professores, educadores e cuidadores temos a obrigação de expor nossas crianças às atividades que melhoram e aumentam a auto estima e a qualidade de vida. 

Se você tem interesse em introduzir meditação para a sua família siga meu canal no Youtube e entre para a comunidade colocando seu e-mail abaixo… 

Minha missão é transformar a consciência do maior número de brasileiros possível para que juntos possamos transformar o nosso Brasil. 

Siga meus canais para mais Yoga e seus benefícios

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Compartilhe!


Cainara Burton é instrutora de Yoga certificada em Londres na modalidade Hatha Integral Yoga (200hr) e atualmente estuda Yoga Tradicional com enfoque em Kriya e Kundalini (500hr) na Austrália onde ela mora com seus dois filhos, marido, lagarto e cachorro. Ela é também certificada em Yoga para crianças (50hr). 

Sua paixão é acordar em todos a fagulha divina para que nosso mundo tenha o mais lindo futuro imaginável.

Siga nas mídias sociais.  

Termos e condições | Privacidade | Aviso

Todos os direitos reservados.
Yoga Com Cainara. 2020

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.