Os 7 pensamentos que vão salvar o mundo.

Ateista.

Crescer numa casa sem fé nenhuma é diferente. Não é bom bem ruim, é apenas diferente da maioria.

Eu tive a sorte de crescer numa casa dessas, eu acredito que foi mais que sorte, foi planejamento divino.

Crescer numa casa onde não existia dogmas religiosos, regras morais e diretrizes de comportamento impostas por instituições externas me permitiu ter uma mente livre.

Eu cresci assim, livre de qualquer definição sobre Deus e o divino.

Mas apenas porque eu cresci sem nenhuma definição não quer dizer que eu faço o mesmo com meus filhos.

Entender que somos mais do que essa carne e esses ossos, saber que podemos chamar os anjos se precisarmos, e que o universo está ao nosso favor, pode nos dar mais poder do que nos enfraquecer.

O Yoga nos oferece a noção de que a natureza divina mora dentro de nós, e que, usando técnicas e ferramentas, podemos desbloquear o que estiver emperrado, e liberar os canais entupidos.

É simples entender o porquê de procurar esse tipo de atividade.

Vivemos num mundo dualista, no mundo da relatividade.

Quente e frio, alto e baixo, branco e preto, duro e mole.

Ego e divino.

Olhamos para nosso Ego, que é o nosso corpo e a nossa mente. O Ego é tudo que não é a última realidade.

O Ego é a separação, é a noção de que eu me chamo Cainara, nessa vida em 2020 aqui na Austrália, ele é também o que me aplaude quando eu ganho mais um seguidor, e o que me inferniza quando perco dois.

O Ego é a representação de tudo que nos distancia da nossa real natureza.

Existe uma razão para isso, no livro Conversando com Deus, Deus nos explica o porquê de todo esse filme dramático que vivemos aqui na terra.

Vivemos aqui no mundo da relatividade, como pessoas de carne e osso, mentes analíticas e necessidades biológicas porque queremos experienciar o que é ser um ser divino na matéria.

Pense comigo, nossa real natureza é perfeição, viemos do reino do absoluto onde tudo existe ao mesmo tempo, nada é errado ou certo, o amor é incondicional e tudo que existe é perfeito. Todas as possibilidades existem ao mesmo tempo, em todo seu maior potencial, todos os conceitos estão lá, prontinhos. Porém, são conceitos, não experiencias.

Conscientemente sabemos que tudo é. Porém, não experienciamos, porque não existe experiencia no absoluto.

Para haver experiencia é preciso haver opostos, para sentir frio, é preciso conhecer o calor. Para saber onde é o alto, é necessário olhar para o baixo.

Para entender que somos amor incondicional, precisamos entender o que é amor condicional.

O que nos leva ao conceito do Ego.

O EGO

Para entender a nossa natureza divina, precisamos primeiro experienciar o que não é divino.

O Ego é tudo que nos leva para a noção de separação, nos fornece informações falsas sobre a nossa mortalidade, quer se proteger de tudo e de todos pois ele precisa, de todas as maneiras, se proteger.

Essa identificação com o mundo criado por ele.

Crescimento econômico é trabalho do Ego.

Ganho de lucros exorbitantes é trabalho do Ego.

Exploração dos nossos irmãos e irmãs é trabalho dele.

TUDO que temos de falhado na nossa sociedade é trabalho do Ego.

Porém, odiar o Ego é tão falhado quanto se identificar com ele.

Lembre-se, estamos num caminho de Evolução, evolução no nível da alma. Nossa alma é tudo que poderíamos sonhar, porém ela quer experienciar a si mesma no mundo da relatividade.

Para isso situações são criadas onde a nossa natureza Egoística é lançada ao holofote, COVID aparece, pessoas correm para comprar sacos e mais sacos de arroz. O medo é instituído, e todos começam a funcionar num nível mais egotista e muito menos divino.

Precisamos então agradecer o Ego por ser tão na nossa cara.

Se não fosse tão óbvio o comportamento de alguém que está sobre o feitiço do Ego seria muito difícil entender onde as águas se separam.

Mas, vivemos num mundo dualístico, ou seja, tudo é o contrário.

Ego ama condicionalmente.

É o amar em troca, é o gostar por causa de…

O Ego acelera nossa evolução porque ele é tão na cara, e só não vê quem não quer. E se não quiser ver, não tem problema, porém tem consequências.

Muitas consequências.

A energia divina não se manifesta na sua mais pura versão quando estamos sobre os feitiços do Ego.

Claro que tudo é energia divina, até mesmo o Ego, porém esse é o lado da moeda que não queremos escolher no cara e coroa.

Como então sair desse feitiço? 

Cada um tem um processo, porém existe um denominador comum em todos esses processos. Esse denominador é consciência.

Ter consciência do que estamos fazendo, como estamos fazendo e o que estamos sentindo ao fazer.

Essa presença já nos oferece uma pequena fresta sobre o portal que nos levará a experienciar a energia divina na sua mais pura versão.

Tudo que escolhemos na vida tem consequências, e razão por si só.

Viemos aqui para nos experienciar, essa nossa versão física tem diversas camadas, porém queremos descasca-las como uma cebola, para que no final, joguemos todas as identificações fora e fiquemos apenas com aquilo que nos serve.

Energia divina é o que guia nossa vida. Até mesmo o pior dos acontecimentos é guiado por essa energia.

O contraste que vivemos no nosso dia-a-dia são pistas para que possamos achar o caminho certo.

O problema acontece quando os acontecimentos, situações e observações se tornam o objeto de nossa neurose. Ali perdemos o caminho, viramos na esquina errada, e de novo, vemos a mesma situação pintada com cores diferentes.

O que acontece? Olhamos e vemos o contraste, percebemos a situação que não queremos, mas porque a situação que está se manifestando ali na nossa frente é exatamente o que não desejamos, nós fixamos nossa atenção nela.

O Ego faz isso, ele nos fixa na situação, ele busca fazer sentido, analisa, culpa, aponta dedos e cria planos mirabolantes para que, não importe qual a situação, ele esteja preparado. Afinal, é ele contra o mundo. O universo não está a seu favor, bem pelo contrário, tudo e todos estão contra, e, o que as pessoas querem é ferrar conosco. Não existe bondade, e tudo que acontece a nossa volta é para colocar nosso corpo e mente em perigo.

Cuidado! Você pode morrer!

Cuidado! A comida vai acabar!

O Ego não acredita que existe um plano divino, afinal, não há nada que prove o contrário.

Olhe, é desgraça depois de desgraça.

A mídia é o Ego da consciência massificada.

Bem vindo ao mundo dominado pelo medo e manipulação. Bem vindo ao mundo construído pelo Ego.

Mas, não chore menina. Tudo isso é muito bom.

Lembre-se que estamos no mundo da relatividade, quanto mais vemos o que não queremos, mais entendemos exatamente o que desejamos.

Quanto mais compramos e ficamos doentes, mais queremos paz e saúde.

Chegou a hora de olhar para o outro lado. Chegou a hora de olhar para o nascer do sol da nossa nova versão.

O Ego dominou nossa sociedade, chegou a hora da nossa sociedade dominar o Ego.

Como podemos fazer isso?  Qual é a saída? 

A saída é sermos o que viemos ser.

Seres iluminados vivendo nossas melhores versões a cada segundo.

E qual o processo que temos que passar para chegar a tal versão? 

Cada um tem o seu caminho, mas o que eu te digo é – não é necessário viver o pior para manifestar o melhor.

Temos a capacidade de observar o que não queremos, virar nosso olhar e sonhar com a nossa melhor versão.

Não estamos aqui sozinhos uns contra os outros.

Estamos aqui todos no mesmo barco, viemos todos juntos.

Decidimos que todos juntos iriamos mudar nosso mundo, agora chegou a hora.

Chegou a hora de decidir quem nós seremos nesse próximo momento.

Não há mais tempo, é necessário sonhar o mais alto possível, é preciso jorrar positividade para todos os lados.

Chegou a hora de dizer não para o consumismo impensado, é hora de valorizarmos mais a árvore na floresta do que o design moderno na sala milionária.

Vamos juntos mudar o destino do nosso planeta.

Cansei de correr sozinha. Estou cheia de não poder segurar as mãos das minhas irmãs e irmãos.

Chega de tristeza, de depredação e de apontar dedos.

Junte-se a mim, junte-se ao planeta terra, junte-se a você mesmo.

Sua alma te chama, sua alegria te espera.

Dê um pulo de fé.

Faça Yoga.

Siga meus canais para mais Yoga e seus benefícios

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn


Cainara Burton é instrutora de Yoga certificada em Londres na modalidade Hatha Integral Yoga (200hr) e atualmente estuda Yoga Tradicional com enfoque em Kriya e Kundalini (500hr) na Austrália onde ela mora com seus dois filhos, marido, lagarto e cachorro. Ela é também certificada em Yoga para crianças (50hr). 

Sua paixão é acordar em todos a fagulha divina para que nosso mundo tenha o mais lindo futuro imaginável.

Siga nas mídias sociais.  

Termos e condições | Privacidade | Aviso

Todos os direitos reservados.
Yoga Com Cainara. 2020

Quer ser a mudança no mundo?
Yoga Quest - Alquimia da Realidade